terça-feira, 22 de junho de 2010

Do Mestre Dostoievski


"Não, senhor, não quero saber destes forjadores de enredos! Em lugar de escrever algo de útil, agradável e consolador, comprazem-se em rebuscar as mais insignificantes minúcias, divulgando-as por aí. Francamente, eu os proibiria de pegar da pena, pois o resultado é que agente lê... e logo, sem querer, se põe a pensar no que leu.... e afinal de contas... fica com a cabeça cheia de disparates. E assim, repito: eu os proibiria de escrever, terminantemente, categoricamente, sem apelo!"

Príncipe V.F. Odoiévskii

Extraído de Gente Pobre - Dostoievski, Fiodor - Ed. José Olympio -1960

Um comentário:

Bruno Batista disse...

Dostoievsk é foda pra caralho!!!